Passeio pelo Rio Negro

Neste feriadão resolvi fazer algo de diferente e fui num rolê pelo Rio Negro. Gosto de valorizar minha terrinha sempre que possível e também pela oportunidade de rever uma amiga querida.

Flávia & Moi

Fizemos a compra do passeio através da agência Yara Turismo. O valor por pessoa é de R$ 100 incluindo o almoço. O passeio sai do Porto de Manaus pela manhã, às 09 horas mas é bom você chegar às 08 horas para fazer o pagamento e pegar um lugar bom no barco. Se possível escolha o lado da janela para tirar umas fotos daora. Leve um trocadinho para alguns gastos extras do passeio, tipo:

  • Taxa de Embarque do Porto: R$ 5 por pessoa.
  • Serviço de Bordo do Barco (Água, Refri e Cerveja): R$ 5 por unidade.
  • Interação com os Botos: R$ 20 por pessoa.
  • Comprar artesanatos durante visita a tribo: R$ 50 (mas pode ser menos).

Lobby do Porto de Manaus – Sala de Embarque

Porto de Manaus – Embarque de Passageiros

Uma fotinho da blogueira 😜

A agência oferece água a bordo, então leve sua garrafinha para não ficar utilizando copos plásticos sem necessidade. Leve também um lanchinho porque o trajeto o longo e o passeio pode atrasar como foi o meu caso. Um atraso de 40 minutos na saída do barco atrasou o almoço em 1h30, nem preciso dizer que já estava brocada e puta da vida mas relevei porque dá para tirar uma boa soneca a caminho do restaurante.

A bordo para começar o passeio

Primeiro Ponto Turístico: Ponte do Rio Negro

Saindo do Porto a nossa primeira parada foi a Interação com os Botos, levamos uma hora e meia para chegar ao lago onde os botinhos ficam e fomos pegos de surpresa com o fato de termos que pagar R$ 20 caso quiséssemos ver os bichinhos de perto. Pensávamos que estava incluso no preço mas não me fui porque tenho medo de boto. Vai que ele me encanta, né? 🤷‍♀️

Lago dos Botinhos

Área Vip de quem vai interagir com os botinhos

Infelizmente não fomos liberados para tomar uma banho de rio e olha que estava tudo tranquilo, um ponto a menos porque não tem tempo para um mergulho. Ficamos lá uns 40 minutos para que os botos aparecem e o pessoal pudesse aproveitar o passeio. De lá fomos na Tribo dos Dessanas, o que levou mais 40 minutos e já era quase a hora do almoço, mas chegando lá a fome passou porque é uma das partes mais bacanas do passeio.

Tribo dos Dessanos

Hora da Dança

artesanato_dessanos_2018

Um pouco do artesanato da tribo

Além do ritual de boas vindas você conhece a cozinha do índio e pode experimentar uma formiguinha. Também pode fazer uma pintura daora, tirar umas fotos com os nativos e claro, ajudar com o ganha pão deles comprando os artesanatos que eles produzem. Coloquei o valor de R$ 50 porque tem muita coisa bonita e ótima para dar de lembrancinha.

E seguindo o roteiro chegou a parte mais chata, a de voltar para o outro lado do rio. Ficamos quase 1h40 minutos para voltar da tribo até o restaurante onde almoçamos. Bicho, eu dormi e acordei uma duas vezes. Esse é um ponto chato do passeio porque já chegamos para almoçar umas 15h. O grupo do barco não era dos mais animados mas se você procura relaxar tá no lugar certo. Eu durmo onde me encosto então para mim foi de boa tirando a parte que fiquei com fome. Dá para ler um livro também e ficar conversando com estranhos ou tirando umas selfinhas. (P.S.: em certos pontos o celular não pega, então vá preparada).

Cada parada é um clique! 📸

Chegando no restaurante (brocada BTW) corremos para o buffet. Mesmo sendo umas 15h o bufett do Restaurante Flutuante do Waldecy estava a todo vapor. Comida quentinha com opções de cozinha caseira e regional. O almoço já está incluso, você só paga as bebidas, sendo que os 10% são opcionais. As garçonetes são muito simpáticas então pague a gorjeta delas☺. Lá também tem um galpão com várias banquinhas de artesanato mas como eu já tinha comprado na aldeia passei reto para fazer a mini trilha.

Restaurante do Waldecy

+ Artesanatos

Depois do almoço fazemos um mini trilha pelo igapó do Janauari. Lá você vê umas arvores gigantes como Apuizeiros e Sumaúma, tem também um lago com Vitórias Régias (mas elas estavam meio caidinhas por conta da  vazante do rio) e logo em seguida fomos levados para fazer a pesca do pirarucu. A pesca do pirarucu é só para alimentar os peixes. Você compra uma isca e coloca na vara de pescar e coloca na água o bicho vem e puxa a isca e da para ver ele se alimentando. Não é pesca completa, não.😉

Trilha_Janauari.jpg

Detalhes da Trilha

E para finalizar encerramos o passeio no Encontro das Águas, como eu não sentei na janela não deu para tirar umas fotinhas bacanas. E como eu sou daqui não faltaram oportunidades, esse passeio mesmo para os locais é sempre bom fazer uma vez ou outra para ver as mudanças e evolução dos locais por onde passamos um dia. Super recomendo se você vier a Manaus ou se for daqui mesmo. Quem é turista tem opção de fazer o passeio em barcos maiores e com mais conforto, só que mais caro. Os passeios são a partir de R$ 150 por pessoa saindo de outros portos como o do Tropical Hotel.

Encontro das Águas Torto (rs)

Valeu a pena demais!

Fotos: arquivo pessoal

Phototastic-16_04_2016_77986de3-a002-4aab-ac8c-09759705a6c5(1)

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.