This is Beyoncé

365 dias após o Beychella a musa maior deste blog lançou HOMECOMING um filme de Beyoncé Knowles-Carter no Netflix. Chocou um total de 0 pessoas porque ela já tinha feito a divulgação. O que nós não estávamos esperando era o This is Beyoncé, o álbum ao vivo do show. Quinta-feira, 17/04/2019 foi mais um dia em que o mundo parou para ver a Beyoncé passar, de novo! Slay trick or you get eliminated… 

Admiro demais essa mulher por ela ser fiel as suas raízes desde o Destiny´s Child. Numa época em que loirinhas do pop faziam sucesso de um lado Michelle, Kelly and B estavam batalhando por um lugar ao sol. O ano era 1998 e a Erika de 12 anos gostava da batida de Bills, Bills, Bills e Say my Name e também das moças que tinham mais a ver com ela. E numa época onde nem se falava em representatividade eu já estava lá sonhando em ser adulta e ser como elas. Pula para 2000 com Survivor, Jump Jump Jump e primeiro hino icônico de Beyonça: INDEPENDENT WOMAN. A Erika de 15 anos já queria muita coisa na vida e nenhuma delas envolvia depender de macho para nada, afinal era um período conturbado Chez Erika. Chegamos em 2003 e Crazy in Love  marcou o inicio da minha juventude, a Erika de 17 anos estava pronta para sair do colégio e começar a ganhar o dinheiro dela. E de fato os anos foram passando 2006, 2008, 2011, 2013, 2016, 2018 e a Beyoncé estava ali crescendo junto comigo e por incrível que pareça cada música dela teve um papel importante na minha vida. Sendo a de 2013 mas marcante com Flawless, ali naquele 17 de dezembro eu tomei uma decisão importantíssima na minha vida que ecoa até hoje. Yes, B! Talk yo shit! 

E agora a Erika de 2019 admira a mulher de negócios que Mrs. Carter é. O processo criativo e o timing perfeito do seu marketing é uma das coisas que mais admiro nela. A bicha sabe ganhar dinheiro. Ela nos dá o que a gente acha que não precisa até que a gente tenha. Seus álbuns surpresa, a conscientização de assuntos sócio-políticos como Feminismo e Black Lives Matter além de falar sempre em amor, e faz tudo isso com graça e credibilidade. They listen to me when I talk ‘cause I ain’t pretending…

O fato mais divertido desse Homecoming é que ela soltou tudo no primeiro final de semana do festival ofuscando um pouco o Coachella já que todo mundo só fala dela. Eu por exemplo já tô vendo pela terceira vez e assinei o premium do Spotify para ouvir o This is Beyoncé. Além de ganhar o dela ela ainda ajuda os outros! Diva is getting money, if you ain´t getting money then you have nothing for her… 

O fato é que gostando ou não, ela é uma força da natureza. Coisas ainda maiores ainda hão de vir isso nós podemos ter certeza e eu vou estar aqui na primeira fileira porque comigo ela pode contar sempre! Shinin’, shinin’, shinin’, shinin’, yeah (shinin’, yeah). All of this winnin’, I’ve been losin’ my mind, yeah (losin’ my mind)

Bey, te amo. ❤

Phototastic-16_04_2016_77986de3-a002-4aab-ac8c-09759705a6c5(1)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.