Week #3

Semaninha tranquila graças ao bom Deus!

Na quarta-feira fui com meu bonde ao Restaurante Mahalo aqui em Manaus. A Poke Food ou comida havaiana é boa demais! Similar a comida japonesa, os pratos havaianos são a base de peixe cru (salmão ou atum), arroz ou folhas, molho shoyu e com acompanhamento de frutas e algas. É uma boa pedida para quem gosta de comida saudável e não tem frescura em comer frutas e verduras no mesmo prato. Você também tem a opção de montar o seu bowl se não quiser o prato pronto. Aprovadíssimo! ❤

IMG_20180117_193128_185.jpg

Tartar de Salmão com Chips de Batata Doce

IMG_20180117_191644_655.jpg

Suco de Limão e Gengibre foi de batizado de Moana ❤ 

IMG_20171220_221246_316.jpg

Bowl  

A comida Poke (do Havaiano cortar, fatiar) é um prato caseiro a base de peixe cru, diferente do sashimi, por ser marinado por conta do contato do molho e também não chega a ser um ceviche. O Tasty Brasil deu a receita de como fazer um poke rápido para fazer em casa. A-M-E-I!

Ao decorrer da semana me bateu uma certa ansiedade mas que isso, uma incerteza em relação ao futuro. As vezes eu tenho essas doideiras mas e daí, quem não tem, né? 😀 E aproveitando que estava relax no trabalho aproveitei para colocar meus dotes artísticos em prática e colocar a cabeça no lugar.

KUDAKPRO_2018-01-19-15-42-05_developed.jpg

Tropicália 

KUDAKPRO_2018-01-19-14-55-12_developed.jpg

Say Chesse! 

Os livros de colorir são muito terapêuticos, eu passei a tarde de sexta-feira pintando. Até esqueci que estava com cólica 😉 . As Lojas Americanas tem umas opções ótimas com preços a R$ 10, as vezes vem até 2 por esse precinho. Os que eu estou “trabalhando” agora são esses: Mindfulness O Livro de Colorir e Segredos de Paris comprados no ano passado.

KUDAKPRO_2018-01-19-14-53-34_developed.jpg

Livrinhos de Colorir: S2 S2

Quem acompanha meus tweets sabe que eu fiquei fissurada em The Crown, temporada 2. Passei a acompanhar os Royals desde a morte da princesa Diana em 1997 quando vi as fotos do acidente na Caras da minha mãe, e desde lá, acho a Casa de Windsor fascinante. E mesmo que a série tenha um certo exagero passei a admirar a Rainha Elizabeth, pelo simples fato de que ela assumiu seu reinado ainda muito jovem em um mundo dominado por homens. E ela, extremamente tradicionalista foi forte o suficiente para se manter Soberana e se adaptar ao um mundo pós guerra, pré modernidade até os dias de hoje. É a história do mundo contada com todo o glamour da Netflix! #sororidade

Falando em sororidade ontem (20.01) rolou pelo segundo ano consecutivo a Marcha das Mulheres (#WomensMarch) nos Estados Unidos. Eu queria muito estar lá, ao lado das minhas manas feministas que buscam um mundo mais igualitário. #AllPowerToThePeople.

Capturar

#WomensMarchNYC 2018

 “Grab it by the pussy” #ForaTrump

A Marcha das Mulheres nasceu em 2017 e” m Washigton D.C contra o mandato do Presidente americano Donald Trump e a desigualdade de gênero. Este ano, o movimento se juntou ao Time´s Up para lutar contra o assédio, desigualdade de salários, legalização do aborto, o DACA (Ação Diferida para Chegadas na Infância) – concede vistos de estada e de trabalho por dois anos, renováveis, aos que chegaram aos Estados Unidos de forma ilegal quando eram crianças e agora na Era Trump vários imigrantes estão sendo deportados pelo governo americano – e continuar a conscientização de igualdade entre os povos. Lembrando que uma mulher empoderada, empodera todos a sua volta!

Capturar1.JPG

#thefutureisfemale

 

Vamos ver o que a próxima semana nos reserva. Segue o baile!

Fotos: Erika Fonseca/Reprodução

 

Phototastic-16_04_2016_77986de3-a002-4aab-ac8c-09759705a6c5(1)

Ô Joãozinho!!!

Umas semanas atrás minha amiga esta(va) desgostosa com o status do cabelo devido a uma coloração que não deu certo. Ela me comentou que pensou num corte Joãozinho de tanta raiva. Aí, o marido perguntou: Tua cabeça tem forma para um corte desse tipo? E assim, com esta pequena introdução, os cortes de cabelo de Kate Hudson, Claire Foy e Zoe Kravitz no Globo de Ouro (2018) e de uma matéria no UOL que ilustra várias mulheres aderindo ao corte Careca (sim, você leu certo: raspadinho, estilo Ronaldinho) resolvi fazer este post.

512b0afa130782b56a654a9bfbf38fb4.jpg

O corte Joãozinho (sim, com letra maiúscula devida tanta personalidade) virou ícone de estilo com Mia Farrow em 1968 como preparação do filme O Bebê de Rosemary de Roman Polanski. O corte feito pelo badaladíssimo coiffer da época Vidal Sassoon (ele é citado na 2ª temporada de The Crown pela princesa Margareth. #referencias).

Resultado de imagem para mia farrow bebê de rosemary

Mia Farrow 

O corte ficou conhecido como Pixie Cut livremente traduzido para o português como Joãozinho. Para vocês verem como no BR o cabelo longo é um símbolo de feminilidade e um curtinho já denota um certo machismo. Preconceitos a parte, o Pixie/Joãozinho da Mia foi/é uma revolução e consagrou o corte por trazer mais praticidade, liberdade e atitude as mulheres que não se importam muito em agradar outros além delas mesmas. Falando em agradar outros (a.k.a. homens) há uma outra #referencia com nossa musa Elis Regina. No filme Elis (2015), Ronaldo Bôscoli a encoraja a mudar seu visual e claro, Mia Farrow era a trend setter da época.

Resultado de imagem para elis regina

Elis Regina 

 P.S. Os filmes Bebê de Rosemary e Elis  valem a pena! Assistam ❤ 

Claire-Foy-Golden-Globes-Red-Carpet-Beauty-Look-2018

Claire Foy

rs_1024x759-180107202252-1024-Best-Beauty-Golden-Globe-Awards-2018-Zoe-Kravitz

Zoe Kravitz 

Resultado de imagem para kate hudson golden globes 2018

Kate Hudson 

Eu acho lindo demais esse corte apesar de nunca ter tido coragem (eu vou ficar idêntica meu irmão HIHIHIHIHIHI). As mulheres que cortam/raspam a cabeça relatam um sentimento libertador talvez pelo medo de serem criticadas por uma escolha ousada, talvez pelo medo de se conhecerem ainda mais e melhor ao ter atitude suficiente para segurar um curtinho e continuar sexy e maravilhosa.

New Phototastic Collage

Joãozinhos ❤ 

carecas 2018

Raspadinhos ❤ 

Já pensou que maravilha não ter que se preocupar em secar o cabelo? Quero!

Fotos: reprodução

Phototastic-16_04_2016_77986de3-a002-4aab-ac8c-09759705a6c5(1)

75th Golden Globes

Amamos Ano Novo, por quê?

Porque começam os tapetes vermelhos que Chez Erika ama! É Golden Globes, é SAG, é Oscar e eu simplesmente adoro ver as séries, os filmes e claro, os vestidos e todo glam dos prêmios.

Em 2018 as estrelas combinaram de ir todos de preto, homens e mulheres, e usar a hashtag #timeisup como forma de protesto contra o assédio sexual sobre as denuncias feitas ao produtor Harvey Weinstein, ao ator Kevin Spacey e alguns outros. A noite trouxe Jennifer Aniston e Angelina Jolie no mesmo evento depois de quase década, trouxe discursos politizados e acima de tudo muito EMPODERAMENTO – assim mesmo em negrito – que foi lindamente traduzido pela maravilhosa Oprah Winfrey, a homenageada da noite com o prêmio Cecil B. DeMille.

E que mulher não fica empoderada usando um Litte Black Dress?  Aqui estão as minhas escolhas de vestidos pretos indefectíveis que deram conta do recado e re-escreveram a história do pretinho básico.

Golden Globes1

Viola Davis, Tracee Elis Ross e Nicole Kidman

New Phototastic Collage

Margot Robbie, Dakota Johnson e Katherine Langford

3

Catherine Zeta-Jones e Kate Hudson

E os meus eleitos como melhores da noite são:

DS-mddJVwAAPkOY.jpg-large-620x822

É fada que fala, Diane Kruger?

Acho incrível como a Diane consegue arrasar em todos looks e em todos os tapetes vermelhos. Não tem um evento desse que ela não tenha sido eleita uma das mais bem vestidas. Amo demais as combinações que ela faz, e esse Prada, saído direto de um conto de fadas com direito a capa e tudo fez meu coração pulsar mais forte! ❤ ❤ ❤ ❤ ❤

75th Annual Golden Globe Awards - Arrivals

Saoirse Ronan não tá vibes Cate Blanchet? 

A atriz Saoirse Ronan parece ser novata mas já tem muito tempo de estrada. Quem lembra dela como aquela menina pentelha de Desejo e Reparação (2007)? Pois é, ela cresceu e já levou seu Globo de Ouro de Melhor atriz por Lady Bird. Adorei o Atelier Versace estilo anos 80. ❤ ❤ ❤

E o meu favorito mesmo foi a linda Zoe Kravitz, simples, plena e moderna.

Zoë-Kravitz-2018-Golden-Globes

É Mia Farrow que você quer?

O vestido não tinha nada demais,  é um tomara que caia com sandália mas o corte de cabelo ornou com tudo. Amei demais ❤ ❤ ❤ ❤

E claro, esse hino de mulher chamado Oprah Winfrey!

Capturar

” O que eu sei com certeza é que falar a SUA VERDADE é ferramenta mais poderosa que nós temos”

E as mulheres pioneiras do movimento Time Is Up que sem duvida fizeram história ontem, 07.01.2018!

Capturar2

#timeisup – Golden Globes 2018

Já estamos esperando o Oscar 2018!

Fotos: reprodução

Phototastic-16_04_2016_77986de3-a002-4aab-ac8c-09759705a6c5(1)